Deus abençõe poderosamente a sua vida!

Ao lado direito da tela do seu computador, está no blogger, às mensagens que foram escritas por nossa autoria. Sendo divididas nos tópicos de ano e mês. Também tem outras profundidades de mensagens de outros homens de Deus, mensagens em áudio nos tema: “O Calcanhar Ferido, a marca de quem tem promessa". "Ungidos para Conquistar".E ainda, três partes de uma poderosa mensagem no tema: “Por que meu nome não está no Livro?" Tudo isso e muito mais, confira e seja abençoado por Deus. A Palavra de Deus provém do Seu coração e é mais valiosa do que todas as riquezas da terra e de que todos os tesouros do céu. E esta Palavra está direcionada para nossas vidas nos declarando a grandeza do amor de Deus que resulta e faculta em sacrifício oriundo na morte na cruz por Jesus, ao qual nos trouxe o Pai mais próximo de nós.



09/09/2011

Como aguardar o Arrebatamento

Devemos está preparado para nos encontrar com o Senhor Jesus.
Todos aqueles que crêem em Jesus Cristo como único e suficiente salvador de suas vidas alcançaram galardões eternos. Ele virá nas nuvens para encontrar se com a sua Igreja, e a mesma subirá até as nuvens de encontro ao seu Amado. Assim começara o grande casamento, aonde o Noivo levará para a recamara a sua Noiva.

Jesus tem a chave da vida e da morte. Entretanto ter ele também nos dado chave para ligarmos na terra e ser ligado no céu. Essa chave é o Evangelho (as Escrituras). Dar a chave significa à autoridade concedida por Cristo para pregarmos e anunciarmos a salvação.

É um terrível engano achar que a chave implica em dar autoridade a Pedro ou a igreja como constituição ou denominação. Essa tese defendida pelo catolicismo romano, nada mais é do que interpolar e mudar o foco central das Sagradas Letras.

O foco do Evangelho é Cristo em nós, isto é, nos envolver na vontade de Deus mediante a graça que nos fora concedida. É o viver de Cristo dentro de nós pelo obrar profundo do Espírito Santo.

O interessante é que quando a Bíblia refere sobre bênçãos derramadas. Nunca se refere as tais saindo de portas, mas de janelas. A verdade é que a referência a porta se enquadra na terra. Ou seja, a Bíblia revela sobre portas, quando Deus abre um escape ou um recurso ou meio de pregar o Evangelho. Até mesmo a linguagem contemporânea cristã sobre portas consiste em portas dentro do contexto terreno, como exemplo, porta de emprego, porta para uma faculdade.

Quando abrange assunto que liga ao céu ou ao espiritual, a referência bíblica ou mesmo na linguagem contemporânea é janela. Assim como a janela se abre por dentro, também o céu se abre por dentro, isto significa que as bênçãos de Deus saem de dentro (na sua dimensão) para fora. Logo, as coisas de Deus começam a ser obradas de dentro para fora.

O Senhor começa nos levando e nos aprofundando de dentro do seu habitat, isto é, dentro dos parâmetros dimensionais espirituais. Daí a necessidade de se entender o que Jesus enfatizou dizendo para buscarmos o Reino de Deus e a sua justiça. Pois o Reino de Deus abrange os parâmetros divinos internos, dentro das características dimensionais de Deus.

As portas eternas da entrada celestial “estão fechadas”. Se fosse possível alguém chegar lá nesse momento, não poderia jamais entrar. Pois somente uma pessoa tem a chave. Cristo Jesus tem a chave que abre as portas das mansões celestiais. Por esta razão Ele virá nos buscar e encontrar conosco nas nuvens. Assim entraremos com Ele nas mansões celeste.

Mas como deveremos está quando vier nos buscar?
Vivemos dias angustiosos internamente e externamente; tanto no contexto na ekklesia, quanto no contexto do mundo em geral. Encontramos pessoas que ao encontrar um Gap’s, isto é, uma lacuna, uma falha, na vida de seu irmão, ao invés de ele contribuir para melhorias, ele prefere criticar e denegrir.

Eu não creio em um evangelho puramente moralista , pois se abrange no orgulho da capacidade humana em seguir normas e leis estabelecidas. Isso mais parece com a lei da antiga aliança, do que com o evangelho da graça. Que possamos crer e despertarmos dessa falsa idéia que exalta o ego humano. O Evangelho é espiritual, transformador, único, indiferente em qualquer contexto cultural.

Devemos ter duas características marcantes para aguardarmos o arrebatamento.

ü  Em Santidade

Sem santidade ninguém verá o Senhor. Por isso devemos andar com Ele andou. Vivamos em novidade de vida.
Contudo, não confundamos a santidade com moralismo, pois moralismo abrange conceitos de conduta humana dentro dos aspectos dos homens. A santidade é a vontade de Deus, e a manifestação do seu caráter dentro de nós, sendo operado pelo Espírito Santo.

O moralismo glorifica o homem moral, a santidade glorifica a Cristo pelo poder do Espírito Santo.

E aqueles que não se santificam ou tem dificuldades para vivenciar uma vida santificada?
Os moralistas diriam que deveríamos excluir essas pessoas ou mesmo arrancá-las da comunhão dos santos. E essas pessoas seriam desprezadas.
Porém, se a santidade vem de Deus, então devamos analisar os padrões de conduta de Deus dentro do assunto.

Percebamos que Deus sendo santo nos amou de tal maneira, que nos deu seu Filho para morrer por nós. Com isso percebemos que a santidade de Deus, em maneira alguma excluiu os pecadores, mas proveu meios por seu amor de nos trazer para perto dEle.

Se santidade é a manifestação do caráter de Deus em nós, e isso não fora observado por leitura de livros teológicos, mas posso afirmar nas palavras apostólica de Paulo, ao dizer “o que recebi do Senhor”, posso dizer que recebi do Senhor esse entendimento, e a avaliação do mesmo consiste nas Escrituras, ao qual me dará sustentação para afirmar que a santidade é a manifestação do caráter de Deus em nós.

Assim sendo, a santidade nos envolve em amor agape, o qual é o amor sem interesses, é o amor altruísta.

Quem não ama não conhece a Deus, e se não conhece Deus não pode ser santo. Quem não ama não está santificado. O amor verdadeiro e a santidade operante em nós trazem a piedade em nossos corações para os mais fracos espirituais, e nos faz sentir pesar pelos caídos e afastados do caminho.

Essa “onda” em nosso meio de criticas e escárnios aos caídos são atitudes de pessoas religiosas, as quais desconhecem o propósito de Deus para conosco.
O objetivo de Deus é de estamos santificados para irmos à viagem de encontro ao Senhor Jesus nos ares. A santidade é o passaporte, e ser santificado é possuir o passaporte.

Assim sendo temos que pregar a santificação, e não julgar na santificação.
Pregar é anunciar e mostrar o caminho, aconselhar, para que os ouvintes alcancem uma vida santa. Julgar ou apontar, apenas fará com que a ira seja incitada ou mesmo a desistência de mudança. Mas devemos ajudar uns aos outros para que possamos viver o Evangelho da graça.
ü  Em obediência
 Obedecer é melhor do que sacrificar, quem ama obedece.

Embora a santidade dependa da obediência. Devemos analisar a obediência dentro de uma abrangência maior. Existem coisas que não são “falta de santidade”, mas são pecados por causa da desobediência.

Jonas é um exemplo singular do que referimos. Ele desobedeceu às ordens de Deus. O resultado fora alarmante.
Existem coisas mínimas de desobediência que gera tragédias. A verdade é que toda desobediência traz consigo catástrofes, seja na esfera terrena ou espiritual.

Faraó não permitiu que o povo de Deus saísse do Egito, com isso todo o povo egípcio sofreu com as atitudes do seu monarca. A liderança que desobedece a ordem divina acabará prejudicando também os seus liderados.

Não quero dizer que o fato de alguém não conhecer a Cristo sofrerá danos ou desgraças no presente momento. A verdade é que a questão de não aceitarem a Cristo implicará em viver eternamente afastado da comunhão com Deus. E há não inclusão na entrada celestial.

Entenda que quando digo que por não terem Jesus como salvador não sofre danos, estou referindo ao fato de que Deus não obrigará as pessoas lhe servirem. Deus não dirá: “Ou aceitam Jesus ou irei castigar você”. Pois a verdade é justamente ao contrário, a voz silente de Deus é: “Aceitem a Jesus, pois Ele é o sacrificio vivo e ressurreto para vossa salvação, pois se não permaneceram mortos em vossos pecados. Ele nos mostra o caminho da benção e da maldição. A recompensa dos pecadores não salvos será amarga, ainda que nessa vida eles vivam normalmente e sem problemas, além dos existenciais que existe na vida de todos os seres humanos.
Porém, quando Deus dá uma ordem a ser feita para alguém ou grupos de pessoas, ou nações. Daí se não obedecer sofrerá danos. Pois ordem é ordem.  

Aceitar Jesus como salvador não é uma ordem, mas necessidade. E é a maior de todas as necessidades. É a escolha das escolhas, ao qual definirá nossa vida eternamente. O maior seguro de vida é aceitar a Cristo e viver na sua presença. E o preço é alto, mas fora pago por Jesus Cristo.

Ser salvo não é viver uma vida sem dor ou problemas, sofrimentos, enfim, ser salvo é ter a garantia de vida eterna. A salvação abrange bênçãos eternas e não temporais. Os problemas temporais existem por causa da dureza do coração dos homens, e por causa do mundo jaz do maligno.

Existem problemas causados pelos perseguidores do Evangelho, mas o que sofremos por amor ao Reino de Deus aqui nesta vida será galardoado na vida vindoura.

Muitas pessoas vivem no mundo sofrendo por causa de envolvimentos com espiritismo, ocultismo, prostituição, drogas, enfim, essas coisas em si mesmas trazem desgraças. Não podemos culpar Deus de problemas e dores por essas ações. No entanto poderemos nEle encontra refúgio e abrigo seguro para viver longe dessas pragas e maldições que tem devorado a humanidade, e em grande escala aos jovens e adolescentes.

A Igreja deve obedecer ao Senhor e aguardar o arrebatamento em santidade. A Bíblia é o diário de Cristo para que possamos conhecer sua vontade e obedecer a suas ordens.


Autor: Diorgeton Almeida 
agenda_diorgeton@hotmail.com
pregadordiogeton@gmail.com
Ministério Evangelístico Lançai a Rede

Um comentário:

fernando disse...

Amem, amado irmão em Cristo o que ta destruindo muitos é o pragmatismo religioso e essa doutrina de 3 evangelhos que muitos tem apregoado e ensinado por ai... que Deus abençoe vaso graça e paz da parte do nosso Salvador.